• @WLLNEWS ツ - Blog Portal -  Assuntos Variados

    @WLLNEWS - Tecnologia, Conhecimento, Polêmico, Notícias, Humor, Dicas, opiniões, novidades, blog.

    26 de jan de 2012

    Indonésia usa armadilhas mortais para acabar com "surfistas de trens"

    Indonésia usa armadilhas mortais
    para acabar com "surfistas de trens"

    Autoridades instalam estruturas com bolas de cimento, de 3 kg cada, sobre as vias
    EFE
     
    IndonésiaPaula Regueira Leal/EFE
    Método idealizado para assustar os "surfistas": estrutura atravessa de um lado ao outro a pista da via, onde foi pendurada uma cadeia de bolas maciças de cimento, que passam a poucos centímetros do teto do vagão


    Publicidade
    As autoridades ferroviárias da Indonésia instalaram armadilhas mortais nas vias dos trens para impedir que arruaceiros viajem no teto dos vagões e assim obrigá-los a passar pela bilheteria e comprar o bilhete.

    Os "surfistas de trem" são um grupo heterogêneo e cada vez maior, formado por indonésios sem dinheiro suficiente para pagar a passagem ou que querem fugir da aglomeração no interior do vagão e por aqueles que sobem no teto apenas por diversão.


    "Dá uma sensação refrescante", disse à Agência Efe Andi, de 23 anos, um policial que conhece os perigos de viajar sobre os vagões dos trens que percorrem a ilha de Java, a mais povoada deste arquipélago, com 240 milhões de habitantes.


    "É arriscado, sim, mas o bilhete é muito caro para mim e, mesmo comprando, não há garantia de encontrar um lugar dentro do trem porque está sempre lotado", explicou o jovem, lembrando como quebrou uma perna há alguns anos ao cair do alto de um vagão.


    "O que o governo tem que fazer para acabar com este problema é baratear a passagem e pôr mais vagões", opinou.


    Como Andi, milhares de pessoas, a maioria homens de 18 a 35 anos, viajam diariamente da casa para o trabalho no teto dos vagões dos trens, apesar das reiteradas advertências das autoridades sobre o risco de morte.


    As autoridades tentaram dissuadi-los jogando jatos de tinta vermelha, com matilhas de cães adestrados e até recorreram à ajuda das mensagens de líderes religiosos. Mas nenhuma destas táticas surtiu o efeito que a empresa nacional de ferrovias esperava para acabar com os viajantes clandestinos.


    O novo método idealizado pela companhia ferroviária PT Kereta Api consiste em uma estrutura que atravessa de um lado ao outro a pista da via, onde foi pendurada uma cadeia de bolas maciças de cimento, de três kg cada, que passam a poucos centímetros do teto do vagão.


    Desta forma, à medida que o trem se desloca, as bolas batem com força contra o teto do vagão e o impacto em uma pessoa poderia acarretar sérias consequências, além de derrubá-la no chão.


    Porém, os idealizadores do projeto não deram detalhes sobre o que poderia acontecer a uma pessoa que insistisse em subir no teto dos vagões.


    Krisna Nugraha, um morador de Bekasi, a primeira localidade na qual foi instalado o novo sistema, relatou que o método já está sendo burlado pelos "surfistas" acostumados a desviar de todo tipo de obstáculos.


    "Não irá adiantar nada, há espaço suficiente para que os vagabundos subam sem bater nas bolas", argumentou Nugraha.


    A iniciativa foi criticada por grupos de defesa dos direitos humanos, que denunciam que esta medida põe em risco a vida das pessoas. O porta-voz da Comissão Nacional de Direitos Humanos, Ifdhal Kasim, frisou que "esta medida é um exemplo da falta de vontade dos burocratas em buscar outras opções e põe muitas vidas em perigo".


    Kasim acrescentou que as autoridades podem adotar medidas mais seguras, como  atrasar a partida do trem da estação até garantir que não há pessoas no alto dos vagões.


    O porta-voz da companhia ferroviária, Mateta Rizahulhaq, disse que "violação dos direitos humanos é viajar no teto do trem" e sustentou que a empresa tentou de tudo antes de adotar esta medida extrema.


    De acordo com Rizahulhaq, em média duas pessoas morrem todo mês após caírem dos vagões. A lei indonésia estabelece penas de até três meses de prisão e multas de US$ 1.677 (R$ 2.956)  para as pessoas que viajarem no teto dos trens, embora raramente elas sejam aplicadas.


    A infraestrutura ferroviária e os trens da Indonésia estão em péssimas condições, apesar do elevado número de viajantes que transportam.



    R7.com


    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    Wll News

    WLL NEWS BLOG Loja Host é referência em Hospedagem de sites, registro e transferência de domínios nacionais e internacionais, web host com servidor dedicado e VPS no Brasil e Exterior.
    HTML LojaHost - backlink Grátis
    Loja Host - http://lojahost.net - Hospedagem de Web Sites e Registro de domínios usando servidor dedicado - Hospedagem 100% Brasileira!


    Espaço para anúncios


    - See more at: http://blogsdesucessos.blogspot.com.br/2012/10/pop-up-like-box-facebook-blogger.html#sthash.ojkRVS7U.dpuf

    Espaço para anúncios

    Espaço para anúncios