• @WLLNEWS ツ - Blog Portal -  Assuntos Variados

    @WLLNEWS - Tecnologia, Conhecimento, Polêmico, Notícias, Humor, Dicas, opiniões, novidades, blog.

    1 de ago de 2012

    A ERVA MAUDITA - Estudo diz que 1,5 milhão de pessoas usam maconha diariamente no país

    Estudo diz que 1,5 milhão de pessoas usam maconha diariamente no país 
    Unifesp divulgou primeiro levantamento detalhado sobre uso da droga.
    Imagem do Google
    Cerca de 8 milhões de brasileiros disseram já ter experimentado maconha. 



    01/08/2012 12h56 - Atualizado em 01/08/2012 15h23 
    Luna D'Alama Do G1, em São Paulo 


    Riscos da maconha são 'subestimados', dizem especialistas
    Liberação medicinal da maconha não induz uso em adolescente, diz estudo

    Legalização da maconha não deve ser unilateral, diz Colômbia
    Brasil lança lança revista especializada em maconha


    Cerca de 1,5 milhão de adolescentes e adultos consomem maconha diariamente no Brasil, aponta o segundo Levantamento Nacional de Álcool e Drogas (Lenad) realizado por pesquisadores da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp). 

    Ainda de acordo com o estudo, divulgado nesta quarta-feira (1º), em São Paulo, mais de 3 milhões de adultos, com idade entre 18 e 59 anos, fumaram maconha no último ano e cerca de 8 mihões de adultos (7% dessa parcela da população) já experimentaram maconha alguma vez. Entre os usuários, o levantamento aponta três vezes mais homens. 

    Do total, 62% tiveram o primeiro contato com a droga antes dos 18 anos. Entre os adolescentes de 14 a 18 anos, 470 mil revelaram que fizeram uso de maconha no último ano e 600 mil disseram já ter experimentado a droga alguma vez na vida. Além disso, 17% dos consumidores nessa faixa afirmaram que conseguiram a droga dentro da escola. 
    De acordo com estudo da Unifesp divulgado nesta quarta-feira (1º), 8 milhões de brasileiros disseram já ter experimentado maconha alguma vez, a maioria antes dos 18 anos (Foto: David McNew/Getty Images/AFP) 

    Essa é a segunda pesquisa da Unifesp sobre o tema – a primeira foi em 2006 –, mas é a primeira vez que se tem uma amostragem representativa da população brasileira sobre uso e dependência de drogas e sobre a questão da legalização. 

    Sobre dependência, 1,3 milhão de adolescentes e adultos disseram ter sintomas disso. Entre os usuários adultos, o índice de dependência foi de 37%. Na adolescência, 10%. Foram feitas cinco perguntas, como se a pessoa já tentou parar e não conseguiu e se a maconha tem atrapalhado o dia a dia dela. 

    Em 2006, havia um adolescente pra cada adulto usuário de maconha. Essa proporção agora é de 1,4 adolescente por adulto. A diferença é que o retrato anterior foi feito apenas nas escolas, entre estudantes. 

    De janeiro a março, foram ouvidas 4.607 pessoas, com idade mínima de 14 anos, em 149 municípios de todos os estados do país. 

    Cem entrevistadores visitaram as casas dos participantes, que viviam em locais que iam desde favelas até condomínios fechados – estes últimos, os lugares de mais difícil acesso, de acordo com os autores. Foi entregue aos voluntários um questionário com 800 perguntas, que respondiam e entregavam o documento lacrado, mantendo o anonimato e uma maior confiabilidade das respostas. 
    Sobre a legalização da maconha, 75% se disseram contrários (Foto: David McNew/Getty Images/AFP) 

    As perguntas, segundo os pesquisadores da Unifesp, seguiram metodologias internacionais e também abordaram questões sobre álcool, tabaco e outras drogas ilícitas além da maconha. Em breve, a universidade vai divulgar dados regionais sobre a maconha e informações nacionais sobre o uso de cocaína, crack e oxi. 

    A pesquisa custou mais de R$ 1 milhão e foi financiada pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). A metodologia ficou por conta do instituto Ipsos. 

    Legalização
    Sobre a legalização da maconha no Brasil, 75% dos entrevistados se disseram contrários à proposta. Outros 11% apoiam a causa, 9% não souberam responder e 5% não responderam. 

    De acordo com psiquiatra Ronaldo Laranjeiras, professor da Unifesp e um dos organizadores do levantamento, o estudo está próximo de um "plebiscito" sobre a proposta de descriminalizar o consumo da maconha no país.
    País Uso no último ano (% da população)
    Canadá 14
    Nova Zelândia 13
    Itália 11
    EUA 10
    Reino Unido 10
    Austrália 9
    França 9
    Chile 7
    Argentina 7
    Dinamarca 5
    Holanda 5
    Alemanha 5
    Portugal 4
    África do Sul 4
    Brasil 3
    Suécia 2
    Japão 2




    "Há quase 500 mil adolescentes usando maconha regularmente. Isso dá uma visão do tamanho do problema (...) e há um impacto do ponto de vista de saúde pública, desemprego e suicídio", explica. 

    Laranjeiras comentou ainda que, desde 2006, com a mudança da lei para despenalizar o uso de drogas, é possível que tenha ocorrido um aumento no consumo de maconha. Para ele, houve uma "frouxidão legislativa", que alterou a figura do usuário e impediu a pena de prisão com novas sanções alternativas. 

    Os países com menor consumo de maconha, como Suécia e Japão, têm mais rigor e restrições. A solução não é colocar os usuários na prisão, mas nesses lugares há uma certa intolerância com o consumo. Ou vamos por esse caminho ou liberamos e aumentamos o uso. Será que a minoria vai determinar e pautar o que a gente quer como sociedade?", questionou. 

    De acordo com o pesquisador, um cigarro de maconha no país custa R$ 1. Se houver a liberação, ele acredita que o mercado ficará facilitado e o preço, mais baixo. 

    Ranking do uso de maconha
    Comparativamente com outros países, o Brasil aparece em 17º lugar na lista de países cujas pessoas já experimentaram maconha na vida e em 15º entre os que usaram no último ano. O Canadá lidera a lista, atrás de Nova Zelândia, Itália, EUA e Reino Unido. 

    "Nos EUA, a maior busca de dependentes químicos por tratamento hoje é de usuários de maconha. Dados da Nova Zelândia apontam que tem crescido o número de pessoas com transtornos psicóticos e esquizofrenia em decorrência do uso da maconha. Nenhuma outra droga causa esquizofrenia, e essa é a pior doença da psiquiatria. Quem vai cuidar dos 10% dos usuários expostos a esse risco? Quem é a favor da legalização deveria responder isso", diz Laranjeiras.

    G1

    5 comentários:

    1. seus fdp, estuda sobre a erva, maldita é a sua mae seu otario !! agr coloca as estatisticas de quantas pessoas no mundo ja morreram por causa da maconha, ah NENHUMA NÉ BURRO !!

      ResponderExcluir
    2. Se isso responde sua pergunta... :
      http://emedix.uol.com.br/not/not2003/03mai01psi-bmj-cmd-maconha.php

      &

      http://br.answers.yahoo.com/question/index?qid=20070706092758AAzLNnJ

      &

      http://pt.wikipedia.org/wiki/Efeitos_da_maconha_%C3%A0_sa%C3%BAde

      ResponderExcluir
    3. Fumar maconha seria responsável por mais de 30.000 mortes no Reino Unido, estimam os médicos do Imperial College London e do St Mary's Hospital.

      ResponderExcluir
    4. kra eu fumo maconha... sério já pesquisei e sei que houve mortes, mas os kras fumam a cada dois minutos pow... exagero velho

      ResponderExcluir
    5. Verdade anônimo, tudo exageradamente causa algum mau a saúde... VALEW PELOS COMENTÁRIOS....

      ResponderExcluir

    Wll News

    WLL NEWS BLOG Loja Host é referência em Hospedagem de sites, registro e transferência de domínios nacionais e internacionais, web host com servidor dedicado e VPS no Brasil e Exterior.
    HTML LojaHost - backlink Grátis
    Loja Host - http://lojahost.net - Hospedagem de Web Sites e Registro de domínios usando servidor dedicado - Hospedagem 100% Brasileira!


    Espaço para anúncios


    - See more at: http://blogsdesucessos.blogspot.com.br/2012/10/pop-up-like-box-facebook-blogger.html#sthash.ojkRVS7U.dpuf

    Espaço para anúncios

    Espaço para anúncios